Baltashow Notícias

Estudante de escola pública passa na USP, UFSCar e Unesp: 'era para treinar', diz

Cultura

Estudante de escola pública passa na USP, UFSCar e Unesp:

Guilherme Levi Bernini Bueno, de 17 anos, mora em São Carlos (SP), fez ensino público e ficou surpreendido ao passar nos cursos de engenharias aeronáutica, materiais e mecânica.

 

Guilherme Levi se surpreendeu ao passar em quatro cursos de engenharia (Foto: Arquivo Pessoal)Guilherme Levi se surpreendeu ao passar em quatro cursos de engenharia (Foto: Arquivo Pessoal)

Guilherme Levi se surpreendeu ao passar em quatro cursos de engenharia (Foto: Arquivo Pessoal)

 

Prestar vestibulares no último ano do ensino médio para ganhar experiência é uma estratégia comum entre os estudantes. Foi o que fez Guilherme Levi Bernini Bueno, de 17 anos. Ele fez as provas para se preparar para o próximo vestibular e se surprendeu ao passar em quatro cursos de engenharia em três universidade públicas.

O estudante de São Carlos (SP) está nas listas de aprovados dos cursos de engenharia aeronáutica e engenharia mecânica da Universidade de São Paulo (USP), engenharia de materiais na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e engenharia mecânica na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), de Bauru (SP).

Bueno conta que não esperava entrar na universidade neste ano e pretendia fazer mais um ano de cursinho para ingressar na faculdade.

 

‘’Este ano era mais para treinar, não esperava passar de primeira’’, disse o estudante.

 

Ele optou por engenharia de aeronáutica na USP. Uma escolha fácil para o estudante, que sempre quis trabalhar na área e já havia feito um curso técnico de manutenção de aeronaves no Instituto Federal de São Paulo (IFSP).

‘’Sempre foi meu sonho, caso eu não conseguisse passar, iria fazer mais um ano de cursinho’’, afirmou.

 
Guilherme escolheu o curso de engenharia aeronáutica na USP de São Carlos (SP) (Foto: Arquivo Pessoal)Guilherme escolheu o curso de engenharia aeronáutica na USP de São Carlos (SP) (Foto: Arquivo Pessoal)

Guilherme escolheu o curso de engenharia aeronáutica na USP de São Carlos (SP) (Foto: Arquivo Pessoal)

 

Rotina intensa

 

Bueno tinha uma rotina intensa de estudos entre ensino médio e cursinho. Tudo na área pública. O ensino médio ele fazia de manhã na ETEC Paulino Botelho e à noite ia para o cursinho popular oferecido pela ONG Fênix.

Durante a tarde tinha uma rotina programada de estudos, revisava todo o material disponibilizado pelo cursinho e aproveitava para ler sobre as próximas aulas. ‘’De manhã eu ia para a escola e levava umas listas de exercício pra resolver nos tempos vagos ’’, contou.

Ele diz que o cursinho foi muito importante e, mesmo não sendo um dos mais tradicionais da cidade, tinha muita dedicação dos professores, que trabalham como voluntários.

‘’Foi uma questão de saber aproveitar. Como são voluntários acabam dando mais atenção para os alunos’’, disse o estudante.

*Sob supervisão de Fabiana Assis do G1 São Carlos e Araraquara

G1

ENVIE NOTÍCIAS PARA O EMAIL
redacao.baltashow@gmail.com
whatsapp Baltashow 63.84688254

 

 

Deixe seu comentário aqui:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da Baltashow Notícias e são de total responsabilidade de seus autores.